• Redator K2S

Como gerar vendas com o marketing conversacional?

Atualizado: 17 de Out de 2018


Como gerar vendas com o Marketing Conversacional?

Já conhece o marketing conversacional? É isso Mesmo!


Hoje em dia é necessário investir em ferramentas e estratégias que tragam instantaneidade, multiplicidade, integração de comunicação e contato em vários canais. Por isso, vale a pena conhecer o marketing conversacional.


É imprescindível para as marcas, desenvolver vínculos com seus prospects, suspects, leads e parceiros. Conquistar e fidelizar um cliente vale por muitas vendas, isso repercute a imagem positiva da empresa nas redes sociais, espaços de reputação legítimos que se transformam em poderosas ferramentas de marketing. Vivemos em uma atmosfera de consumo mais consciente e empoderado, o que exige novas políticas de relacionamento e faz surgir conceitos inovadores.


Mas o que é o marketing conversacional? De forma simples, são diálogos pessoais que as marcas desenvolvem com os consumidores. É um processo que deve ser visto como parte da experiência de compra e relacionamento, precisa ser acolhedora e capaz de gerar laços com o consumidor.

Fica muito visível que as empresas que investem nesse tipo de marketing melhoram a capacidade de fechar negócios com mais rapidez e fidelizar clientes. O que mais agrega a esse conceito são as respostas em tempo real. É preciso estar ligado no universo digital, além de conhecer diversos canais de comunicação e descobrir qual se encaixa melhor em seu negócio. Com a personalização do atendimento e a agilidade exigida, o marketing conversacional colabora com as estratégias de comunicação e vendas.


Começamos pelo site O site é um excelente começo para uma estratégia efetiva de marketing conversacional, bons assistentes virtuais deixam a sua empresa em contato real 24x7 com o usuário que busca atendimento em seu website. Os chats online usam robôs que direcionam atendimento, deixam o contato mais pessoal e ajudam a qualificar leads, recolhendo informações de interesse de compra. Com esse tipo de informação as equipes passam a ter um perfil mais consultivo e a área de vendas pode trabalhar com dados filtrados. Isso sem mencionar o aumento do tráfego no site da empresa.


Opção de várias ações Como comentamos, o pontapé inicial para o investimento em marketing convencional, é o site. Porém, depois disso é necessário espalhar essa abordagem humana pelo inbound marketing e outbound marketing que a empresa usa, sempre prestando atenção nas ações de e-mail marketing e no uso de plataformas digitais. O uso de uma abordagem conversacional é o combustível para abastecer ações de marketing e vendas, aumentando a presença de mercado e fixando a marca na mente do consumidor.


Pontos de vantagem

1. Equipe humana Ferramentas tecnológicas dão suporte e deixam as equipes de atendimento e vendas municiadas de informações e focadas em diferenciar a sua marca. Com acesso a tantos dados, o staff pode ser mais assertivo e buscar uma abordagem mais personalizada.

2. Ciclo de vendas eficiente Com o aumento na velocidade de resposta, o processo de vendas gera e qualifica leads com mais rapidez e eficiência. Com esse ganho na geração de leads, as oportunidades de vendas aumentam.


3. Singularidade e escalabilidade O marketing conversacional deixa muito mais fácil lidar com o dilema do atendimento de conseguir desenvolver ações personalizadas e, ao mesmo tempo, em larga escala. Você pode utilizar ferramentas que permitem segmentar o público e abordar de forma pessoal.


4. Atendimento potencializado Os chatbots tornam possível uma quantidade de atendimentos inimaginável quando o foco único é o atendimento humano.


Quando sua empresa desenvolve um contato pessoal, presente e com foco na solução, o resultado final é um cliente, prospect ou parceiro ainda mais engajado. Engajamento esse que reflete em fidelidade, com mais chances de um relacionamento longo e produtivo.


Gostou das dicas? Acompanhe nosso blog! ;)

Agência K2S © 2020 - Todos os direitos reservados.

unnamed.png
rr_selo.png